Agende sua consulta
Fale conosco pelo WhatsApp
Quais são os tratamentos para catarata?
Imagem meramente ilustrativa (Banco de imagens: Shutterstock)
08/08/2023

Condição responsável por 51% dos casos de cegueira no mundo, a catarata possui algumas opções de tratamento. Conheças as principais e saiba mais sobre a doença.

A catarata é uma condição ocular que causa perda de visão. Muito comum em pessoas mais velhas, ela se caracteriza pela opacidade do cristalino, que faz com que o paciente apresente uma visão embaçada. Essa característica dificulta várias atividades diárias, como ler, dirigir e reconhecer rostos.

Felizmente, existem algumas opções de tratamentos para catarata, que podem ser conservadoras ou um pouco mais invasivas. Ao longo deste artigo, vamos abordar informações como diagnóstico, possíveis tratamentos para catarata e qual profissional procurar. Continue a leitura.

Como é feito o diagnóstico da catarata?

Antes de abordar sobre os tratamentos para catarata, vamos comentar sobre o diagnóstico, que envolve algumas etapas e exames:

  • Histórico médico: nesta primeira etapa do diagnóstico, o oftalmologista busca entender o histórico de saúde do paciente, fazendo perguntas sobre sintomas, histórico ocular e saúde geral;
  • Exame visual: na avaliação de visão, o paciente será solicitado a ler letras em um gráfico (tabela de Snellen) para determinar a capacidade visual;
  • Exame de lâmpada de fenda: com o uso de um instrumento chamado lâmpada de fenda, o profissional examina os olhos do paciente. Isso permite uma visualização detalhada das estruturas oculares, incluindo o cristalino;
  • Teste de refração: outro exame que pode ser solicitado é o teste de refração. Ele serve para determinar se há outras causas potenciais de alterações visuais;
  • Dilatação da pupila: o oftalmologista pode escolher dilatar a pupila do paciente usando colírios para obter uma visão mais clara do cristalino;
  • Medição da pressão intraocular: um teste para medir a pressão dentro do olho também pode ser requerido, com o objetivo de ajudar a descartar outras condições oculares como o glaucoma;
  • Avaliação da catarata: com base nos resultados dos exames anteriores, o profissional será capaz de avaliar a presença e a gravidade da doença. É neste ponto que o médico decide, dentre os tratamentos para catarata, qual é o ideal para cada caso.

Quais as opções de tratamentos para catarata?

Como mencionado anteriormente, existem algumas alternativas de tratamentos para catarata. De abordagem conservadora ou cirúrgica, ambas opções de tratamentos para catarata devem ser discutidas com o oftalmologista caso a caso. Entenda como elas se diferenciam.

Conservador

Através do uso de óculos com a prescrição correta, melhorias na iluminação de ambientes, uso de lentes de aumento e óculos de sol, sua função é puramente paliativa.

Isso significa que, embora esta abordagem possa ajudar a melhorar temporariamente a visão afetada pela catarata, ela não trata a condição. Ou seja, as medidas tomadas podem fornecer alívio temporário dos sintomas, mas não a longo prazo.

Cirurgia

A cirurgia de catarata é a mais comum dos tratamentos. Normalmente, é muito eficaz para remover a catarata e restaurar a visão. Seu procedimento geralmente é realizado em regime ambulatorial, ou seja, sem a necessidade de internação hospitalar prolongada.

Durante o procedimento, o médico faz uma pequena incisão na córnea e, em seguida, fragmenta e remove o cristalino opaco. Após a remoção, uma lente intraocular artificial é implantada para substituir o cristalino removido.

A recuperação da cirurgia de catarata costuma ser rápida, com melhora na visão ocorrendo nos dias ou semanas seguintes à sua realização. Podem ser necessários colírios e exames de acompanhamento para garantir uma recuperação adequada e resultados visuais satisfatórios.

Como encontrar um oftalmologista ideal para a cirurgia de catarata?

Com o diagnóstico de catarata em mãos, escolher o profissional ideal para a cirurgia de catarata é essencial. Confira algumas dicas que auxiliam na hora da escolha:

  • Consulte o seu médico de cuidados primários: obtenha recomendações com seu médico de confiança;
  • Peça recomendações a amigos e familiares: assim como a do seu médico de cuidados primários, a experiência familiar também é importante. Pergunte a amigos ou familiares que já passaram por esse tipo de cirurgia para conseguir informações relevantes;
  • Pesquise online: use a internet a seu favor e pesquise profissionais na área. A partir daí, você deve ser capaz de cruzar com as informações já obtidas;
  • Verifique as credenciais e especializações: verifique se o oftalmologista é certificado, possui especialização em cirurgia de catarata e se ele está atualizado com as técnicas mais recentes;
  • Marque uma consulta de avaliação: agende uma consulta com o oftalmologista para discutir suas preocupações, fazer perguntas sobre o procedimento e avaliar a sua compatibilidade com o médico;
  • Considere a comunicação e confiança: vale ressaltar que cada paciente é único, e é essencial encontrar um oftalmologista com o qual você se sinta confiante e confortável para realizar a cirurgia de catarata.

Para mais informações sobre os tratamentos para catarata, agende uma consulta com nossos especialistas.

 

Fontes:

Dr. Drauzio Varella

Ministério da Saúde

Associação Brasileira de Catarata e Cirurgia Refrativa