Agende sua consulta
Fale conosco pelo WhatsApp
Biometria ultrassônica de imersão
Imagem meramente ilustrativa (Banco de imagens: Shutterstock)

Saiba mais detalhes sobre essa técnica, utilizada frequentemente dentro do campo da oftalmologia.

O que é biometria ultrassônica de imersão?

A biometria ultrassônica de imersão é uma técnica de alta precisão utilizada em diversas aplicações, especialmente na área médica e na indústria. Ela envolve a imersão de um transdutor ultrassônico em um líquido condutor, como água ou óleo, permitindo a transmissão eficiente de ondas ultrassônicas para análise.

Quero realizar esse exame!

Essa técnica é frequentemente empregada em medições de espessura, inspeção de materiais e detecção de defeitos, aproveitando a capacidade dos ultrassons de penetrar em materiais sólidos e fornecer informações detalhadas sobre sua composição e estrutura interna.

Para que serve esse exame?

O exame de biometria ultrassônica de imersão tem várias aplicações em diferentes áreas. Na área médica, por exemplo, é frequentemente utilizado para medir a espessura de tecidos oculares durante exames oftalmológicos, como parte do diagnóstico e acompanhamento de condições como o glaucoma.

Para quem a biometria ultrassônica de imersão é indicada?

A biometria ultrassônica de imersão é indicada para algumas diferentes finalidades, elencadas abaixo:

  • Pacientes com suspeita ou histórico de glaucoma, para medição da espessura corneana. Este é um exame indicado principalmente para indivíduos que necessitam de avaliação da espessura da córnea antes de cirurgias oculares, como a cirurgia refrativa a laser;
  • Profissionais e técnicos da indústria que realizam inspeções não destrutivas em materiais, como metalúrgicos, engenheiros de materiais e inspetores de qualidade;
  • Empresas e organizações que necessitam de medições precisas de espessura em peças metálicas, plásticas ou outros materiais para garantir a conformidade com padrões de segurança e qualidade;
  • Pesquisadores e cientistas que estudam a estrutura e propriedades de materiais sólidos, como parte de projetos de desenvolvimento de novos materiais ou tecnologias.

Realize a biometria ultrassônica de imersão na Clínica CEMO!

Como a biometria ultrassônica de imersão é realizada?

A biometria ultrassônica de imersão é realizada utilizando um transdutor ultrassônico que é imerso em um líquido condutor, como água ou óleo, para garantir um acoplamento eficaz entre o transdutor e o objeto em estudo. O transdutor emite ondas ultrassônicas que atravessam o líquido e atingem o material a ser analisado, como a córnea do olho ou uma peça metálica. As ondas ultrassônicas refletem a partir das interfaces dentro do material, fornecendo informações sobre sua espessura, estrutura interna e características físicas.

Transpalpebral

Na técnica transpalpebral, o transdutor é colocado diretamente sobre a pálpebra fechada do paciente, enquanto um gel condutor é aplicado para garantir o acoplamento adequado entre o transdutor e a superfície ocular. Isso permite a medição da espessura corneana sem a necessidade de contato direto com a córnea, o que pode ser mais confortável para o paciente e reduzir o risco de contaminação.

Contato direto

Na técnica de contato direto, o transdutor é colocado diretamente em contato com a superfície ocular do paciente após a aplicação de um gel condutor. Essa abordagem permite uma melhor transmissão das ondas ultrassônicas e pode fornecer resultados mais precisos em algumas situações, embora possa ser menos confortável para o paciente.

Imersão

Na técnica de imersão, o objeto a ser analisado é completamente imerso em um líquido condutor, como água ou óleo, enquanto o transdutor é colocado na mesma solução líquida. Isso garante um acoplamento eficiente entre o transdutor e o objeto, permitindo a transmissão eficaz das ondas ultrassônicas através do material. Essa técnica é frequentemente utilizada em aplicações industriais, como inspeção de materiais e medição de espessura em peças metálicas.

Orientações importantes para realizar esse exame

Algumas orientações importantes para a realização do exame de biometria ultrassônica de imersão incluem garantir um ambiente limpo e estéril, especialmente para técnicas que envolvem contato direto com os olhos. Além disso, é recomendado utilizar um gel condutor de qualidade para garantir um acoplamento eficaz entre o transdutor e a superfície a ser analisada, seguir as instruções específicas do fabricante do equipamento em relação às configurações ideais de frequência e potência do ultrassom, bem como manter um controle rigoroso da temperatura e qualidade do líquido condutor utilizado durante a imersão. Além disso, é fundamental seguir protocolos de segurança para proteger tanto o paciente quanto o operador durante o procedimento.

Agende sua consulta na Clínica CEMO!

 

Fontes:

Sociedade Brasileira de Oftalmologia