Agende sua consulta
Fale conosco pelo WhatsApp
Como é a recuperação da cirurgia de estrabismo?
Imagem meramente ilustrativa (Banco de imagens: Shutterstock)
15/01/2024

Sucesso de técnica cirúrgica de correção da posição dos olhos depende de uma recuperação cuidadosa

O estrabismo é uma condição oftalmológica em que os olhos não se alinham, apontando para direções diferentes. Pode ser causado por desequilíbrios nos músculos oculares, resultando em um olho que se desvia para dentro, para fora, para cima ou para baixo. Isso pode levar a uma visão dupla, falta de percepção de profundidade e, em alguns casos, pode afetar a visão se não for tratado adequadamente.

Agende sua consulta com um oftalmologista agora mesmo!

Cirurgia de estrabismo: como é feita?

A cirurgia de estrabismo é um procedimento oftalmológico realizado para corrigir a posição dos olhos desalinhados. Antes da operação, o médico avalia minuciosamente o paciente para determinar a causa e a extensão do estrabismo, bem como o melhor plano de tratamento.

Durante o procedimento, o paciente geralmente recebe anestesia geral ou local, dependendo da idade e do grau de colaboração. O cirurgião ajusta os músculos oculares para corrigir o desalinhamento, encurtando, alongando ou reposicionando os músculos conforme necessário. A técnica específica varia de acordo com a direção do estrabismo e a extensão da correção necessária, sendo necessária uma cuidadosa recuperação da cirurgia de estrabismo, a posteriori.

Como é a recuperação da cirurgia de estrabismo?

A recuperação da cirurgia de estrabismo é um período de extrema importância para a eficácia do procedimento. Bem como todo e qualquer procedimento cirúrgico, é necessário que, neste caso, o paciente siga as orientações médicas e busque o socorro imediato de seu oftalmologista no surgimento de qualquer anormalidade durante a fase de recuperação.

Pós-operatório imediato

Nesta fase da recuperação da cirurgia de estrabismo, os pacientes podem experimentar desconforto leve, sensação de ardor ou lacrimejamento nos olhos, mas isso geralmente é controlado com analgésicos suaves e colírios prescritos pelo oftalmologista.

Os olhos podem ficar avermelhados e inchados nos primeiros dias, e é comum haver sensibilidade à luz. Geralmente, são recomendados cuidados especiais, como repouso relativo, evitar esforços físicos intensos e proteger os olhos de poeira e agentes irritantes. Os pacientes podem também precisar usar óculos escuros para minimizar o desconforto causado pela luminosidade.

Cuidados com os olhos

Durante a fase de recuperação da cirurgia de estrabismo, pode ser necessário que os pacientes sigam alguns cuidados básicos, elencados abaixo:

  • Aplicação de colírios;
  • Repouso adequado;
  • Utilização de óculos de sol;
  • Proteção contra agentes irritantes;
  • Evitar esfregar os olhos;
  • Fazer consultas periódicas de acompanhamento.

Não deixe para depois! Agende sua consulta!

Como é o retorno às atividades normais?

O retorno às atividades normais após a recuperação da cirurgia de estrabismo varia de pessoa para pessoa e depende da natureza do trabalho ou das atividades realizadas. Geralmente, muitos pacientes podem retomar as atividades leves e rotineiras alguns dias após a operação, desde que se sintam confortáveis e sigam as orientações médicas.

No entanto, atividades físicas intensas, levantamento de peso, exercícios vigorosos e atividades que possam causar esforço visual intenso devem ser evitados nas primeiras semanas de recuperação para minimizar o estresse nos olhos e garantir a adequada cicatrização dos músculos oculares.

Resultados e acompanhamento

Alguns pacientes podem experimentar uma melhoria imediata no alinhamento dos olhos, enquanto outros podem precisar de tempo para que os olhos se ajustem completamente. É importante entender que a cirurgia não garante uma visão perfeita, mas busca corrigir o desalinhamento ocular para melhorar a função visual e a estética.

O acompanhamento médico é fundamental nesse processo, com consultas regulares para avaliar a evolução da recuperação da cirurgia de estrabismo, a eficácia da correção e para fazer ajustes, se necessário. Em alguns casos, pode ser necessária terapia visual adicional para otimizar os resultados visuais.

Onde realizar a cirurgia de estrabismo?

Realizar um procedimento cirúrgico requer, necessariamente, profissionais experientes e capacitados, de modo a garantir o sucesso da técnica. Para realizar uma cirurgia de estrabismo, considere uma clínica oftalmológica de excelência, como a CEMO, que conta com um corpo clínico com a expertise necessária para o cuidado com a sua saúde ocular.

 

Fontes:

Sociedade Brasileira de Oftalmologia

Centro Brasileiro de Estrabismo